Sobre a Síndrome de Guillain-Barré

É um pouco difícil, mas imagine o seguinte... Como se sentiria enterrado na areia da praia, dos pés até o pescoço, com o agravante de não poder mexer o pescoço, com o rosto e a língua paralisados? Ao invés do sol queimando o rosto, o ar condicionado da UTI ressecando os olhos, não conseguindo sequer fechar as pálpebras. Dormir com os olhos abertos, não conseguindo virar os olhos é beirar a insanidade humana.   

 

A principal intenção é divulgar a SGB, uma doença auto-imune pouco conhecida no Brasil e que vem fazendo muitas vítimas, algumas delas fatais.

 

Conheça, aprenda e divulgue

Aqui, você terá oportunidade de conhecer e aprender um pouco mais da SGB.

Conheçam também, as principais causas (ainda um pouco desconhecidas), forma de tratamento, principais clinicas de reabilitação e um pouco da minha história com a SGB.

Enquete

Você já ouviu falar na Síndrome de Guillain-Barré?

Sim (278)
Não (155)

Total de votos: 433

Fone: (21)3903-2313
Fone: (21)9527-3830

Novidades

04/08/2011 18:00
           Ninguém sabe porque a síndrome de Guillain-Barré, que não é contagiosa, afeta algumas pessoas e outras não. E ninguém sabe também exatamente o que desencadeia a doença. O Guillain-Barré é chamada de síndrome e não de doença porque não é claro...
04/04/2011 17:00
      Ao contrário do que se pensa, essa doença não é tão rara. "Não é tão incomum, muito menos rara. Talvez, a cada ano, eu veja de cinco a seis novos casos", afirma o neurologista Francisco Mário Miranda, trinta anos de profissão. De acordo o Ministério da Saúde, a doença é a...

Contato